Páginas

4.8.10

Se você soubesse ...

-Lucas, eu já te falei mil vezes que eu tenho certeza! Eu vi!
- Ai cansei de ouvir isso guria. Depois nos conversamos.
Saiu, batendo o pé e a porta. Ai Lu... Se você soubesse
Se soubesse que eu seria capaz de matar essa garota que tanto de faz sofrer. Se soubesse que eu seria capaz de dar tudo que eu tenho pra ser ela.
Eu te amo Lu. Queria que você pudesse ler meus pensamentos, por que talvez você nunca vai ouvir isso da minha boca. Eu amo o seu cabelo bagunçado , seus moletons estranhos , o cheiro do seu perfume que se mistura ao de cigarro recém fumado.
Eu amo ouvir você cantar Beatles, amo ver você chegando à faculdade. Amo quando você toca violão pra nós nas sextas que todo mundo vem pra minha casa assistir um filme bem idiota que , claro, você que escolheu. Eu amo o seu sotaque, eu amo o seu jeito de atender ao telefone quando sabe que sou eu. Amo a sua risada. Amo até aquela tua foto de quando era criança que você insiste em carregar na carteira.
E você nem sabe... Nem desconfia. Aliás, acho que às vezes deixo transparecer minha cara de boba apaixonada quando olho pra você. Sei que deixei uma vez, quando você deu aquele sorriso torto e perguntou “o que tu tem?” sem entender nada.
“Gripe” eu respondi. “Nariz entupido, a boca tem que ficar aberta pra eu respirar e daun borrer’.
E se um dia eu me declarasse? O que você faria?
Acho que você olharia pra mim e riria aquele sorriso de espanto, e perguntaria “mesmo?”
Sim, seu idiota imbecil. Acho que só você não percebeu nada ainda. Aliás , você NUNCA percebe nada.Não percebeu até agora que aquela Barbie paraguaia que você chama de namorada , está de traindo com o Gustavo do 4° ano . A faculdade toda sabe Lucas. Só você ainda não percebeu. E sim, eu tenho certeza que os vi se beijando no show que eu fui no sábado, que, aliás, você não foi porque iria sair com ela. Ela te deu um bolo não foi? Te ligou falando que estava doente. Não estava.Estava bem , selerepe, saltitante e beijante , com outro cara.Eu vi. Ninguém me contou. Eu estava com dezenas de pessoas, e estava sentindo a sua falta. Estava procurando você , por que deixei contigo um ingresso , caso decidisse ir.E ela estava lá.
Uma hora você vai acreditar Lu. Vai ver , com certeza.
Sentada aqui nesse sofá, parece que minha casa tem seu cheiro. Estranho.
Alguém bate na porta.
- Ai Madu, desculpa guria. Eu acredito em você ...você não teria por que mentir.Desculpa , você sabe que é tudo pra mim.Minha melhor amiga.
Me abraçou. Não sei se foi o tempo que eu passei pensando nisso , ou se o cheiro do perfume dele fez alguma coisa comigo. A verdade mesmo era que ele tinha que saber. E seria agora.
- Cansei de ser a sua melhor amiga Lucas. Cansei de ser seu ombro amigo. Nunca te vi desse jeito.Cansei. Me deixa sozinha, por favor?
Conseguir sentir o sorriso dele. E ele não me soltou.
- Sabe Maria Eduarda, pensei que ia morrer sem ouvir isso de ti. Por que demorou tanto? Deixou eu me envolver com tantas pessoas, e não disse nada? Sabe, se eu não te amasse há tanto tempo, estaria te odiando agora.

2 comentários:

Clauber rocker disse...

*----------* que bonito, achei muito bom, sério mesmo *0*

Jéeh disse...

arrepiou *-*